top of page

A lei da tortura

Entenda como a LAP atua no Brasil

breve introdução

a-jovem-mae-bonita-se-aconchega-e-acalma-o-filho-recem-nascido-que-se-sente-assustado-apos
l g.png

O começo de tudo

Em 1985 o médico estadunidense Richard A. Gardner desenvolve,  com base em suas observações pessoais e em seu trabalho como testemunha especializada - muitas vezes em nome de pais acusados ​​de molestar seus filhos -  a suposta  "teoria da Síndrome de Alienação Parental (SAP)" (Gardner, 1987, p. 67), porém é consenso entre os orgãos e instituições nacionais e internacionais de defesa dos diretos humanos de mulheres e crianças de que tanto a "alienação parental (AP)" quanto a "Sindrome de alienação (SAP)" parental" e entendida puramente no contexto dos pensamentos pensamentos extremistas de Gardner sobre mulheres, pedofilia e abuso sexual infantil.

vista-lateral-mae-abracando-crianca.jpg

Mas afinal, o que é "alienação parental" e porque precisamos que ela seja abolida! 

Antes de tudo é preciso dizer que "alienação parental" é um termo SEM COMPROVAÇÃO CIENTIFICA. Desde 1998 foram publicados diversos artigos apontando a ausência de rigor científico do termo “alienação parental”, inclusive o proprio "Gardner admitiu que seu trabalho carece de validade científica” ( Dallam, 1998 ).

Lei de Alienação Parental

bottom of page